26 de Março - Dia Roxo (Purple Day)

23/03/2018



Em 26 de março, anualmente, as pessoas de todo o mundo são convidadas a se vestirem de roxo nos eventos em prol da consciência sobre a epilepsia.

A epilepsia é uma doença neurológica que atinge pessoas de todas as idades, sendo mais comum em crianças e idosos. Estima-se que cerca de 50 milhões de pessoas no mundo, sendo 3 milhões de brasileiros, convivem com a doença (Dados da Liga Brasileira de Epilepsia – LBE). A epilepsia é caracterizada por crises epilépticas recorrentes, porém cerca de 70 a 80% das pessoas com epilepsia têm suas crises controladas por medicamentos, o que possibilita uma melhor qualidade de vida. Apenas cerca de 20% das pessoas portadoras de epilepsia possuem a Epilepsia Refratária, que é o nome dado quando os medicamentos não são suficientes para o tratamento das crises epilépticas. Nesses casos, há uma investigação maior em relação as crises e os tratamentos que podem ser utilizados, envolvendo até casos cirúrgicos. No entanto, existe muito preconceito em relação às pessoas com epilepsia que são frequentemente entendidas como incapazes.

O Purple Day foi criado em 2008 por Cassidy Megan, uma criança na época com nove anos de idade, na Nova Escócia - Canadá, com a ajuda da Associação de Epilepsia da Nova Escócia (EANS). Cassidy escolheu a cor roxa para representar a epilepsia por causa da lavanda. A flor de lavanda é frequentemente associada à solidão, sentimento de isolamento que muitas pessoas com epilepsia sentem. O objetivo de Cassidy foi mostrar que as pessoas com epilepsia, seja em que lugar do mundo estiverem jamais deverão se sentir sozinhas.