Unidade de Transplantes

O Hospital Felício Rocho foi pioneiro em transplantes em Minas Gerais: realizou o primeiro transplante cardíaco e o primeiro transplante hepático, em 1986; realizou o primeiro transplante de pâncreas e o primeiro transplante duplo - rim e pâncreas – do estado, em 2001.

Durante a década de 1990, a instituição inovou novamente e realizou o primeiro auto-transplante em uma paciente com lesão em artéria renal esquerda – displasia e com rim direito atrofiado. Além disso, inovou na realização das biopsias renais, que até então eram feitas manualmente.

A Unidade conta com o apoio da equipe de enfermagem, através de enfermeiras especializadas em transplante, que gerenciam a logística e as planilhas do transplante, realizam a consulta de enfermagem, auxiliam na inscrição do paciente no Serviço Nacional de Transplantes e auxiliam no faturamento.

O trabalho integrado inclui também a psicologia, que desenvolve projetos inovadores na preparação de todos os receptores e doadores, do ponto de vista emocional para realização do transplante/doação e acompanhados após a cirurgia; além da equipe de suporte nutricional e de assistência social.

Atualmente, o Hospital Felício Rocho é o principal transplantador renal, hepático e rim/pâncreas de Minas Gerais. Recentemente, o Hospital retomou a realização de transplantes de medula óssea. O Felício Rocho é ainda destacado transplantador de coração no Estado.

CORPO CLÍNICO

Sandra Simone Vilaça (Coordenadora) - CRMMG 21660​

Antônio Márcio de Faria Andrade - CRMMG 37597​

Estevam Aquino Viotti - CRMMG 15426​

Guilherme campos Muzzi ​

João Batista Zinato Moreira - CRM 42099

José Maria Gross Figueiró - CRMMG 27227​​

Marita de Novais Costa Salles de Almeida - CRM 55177

Marconi de Oliveira Ruas - CRMMG 27212​

Ricardo de Castro Gontijo - CRMMG 34252